quarta-feira, 7 de agosto de 2013

O Chá da minha menina

Praia da Vierinha, o  meu mar e o meu ar. Respirável e transitável, apesar de ser Agosto. Banhos salgados, areia fofa. E depois Porto Covo, choco frito, turistas de cara feliz, cheiros de férias e de sol.  What else?
Chegámos a casa já a meio da tarde - não estivesse o B. encarrregue de fazer com que aparecesse só depois de estar tudo pronto! - e... os amigos e a família e um quintal preparado para uma festa de boas-vindas à minha menina. Não é preciso estar grávida para dar o devido valor a uma coisa assim. Pois não?

 
 


Confesso que gosto disto: dos amigos e família reunidos, da celebração do que é importante ao pé daqueles que percebem o sentido das coisas no momento em que as estamos a viver. São mimos especiais, que combinam em tudo com a chegada de uma bebé muito desejada.
A festa não podia estar mais bonita e deliciosa, não fosse a minha mana a manda-chuva :) Os doces, só por si, aquela maravilha dos deuses, até combinavam com a decoração do ambiente. Vejam bem o luxo! Rosa, castanho e branco, brilhantes por toda a parte, mochos, bolinhas e riscas, bandeirolas e balões!

  

Por entre mergulhos frescos, risadas, fotografias e brincadeiras, também houve, como não podia deixar de ser num Chá de Bebé, uma certa pedagogia! E neste campo, atribuo, desde já, uma medalha de mérito ao B., por ter na ponta da língua a resposta a muitas questões deste novo mundo e por saber mudar a fralda como manda a lei :)
A vocês todos, os que se esforçaram para proporcionar momentos tão bons e contribuiram para ficar ainda mais feliz e confiante para o que aí vem, um abraço gigante. Mesmo muito grande. E apertado. 

Bem, se é apertar, deixamos para Outubro, que aí já posso usar de toda a minha força e agilidade física!

 

Sem comentários:

Enviar um comentário